EVENTO ADIADO devido à situação do país.

MESA REDONDA Mitigação, reparação e compensação de Impactos Ambientais: Como Monitorar, Avaliar e Comunicar Resultados

Data: ADIADO, AINDA SEM DATA DEFINIDA

Local: Centoequatro, Praça Rui Barbosa, 104, Centro, Belo Horizonte, MG

Investimento: gratuito 

Na Semana Mundial do Meio Ambiente, queremos promover reflexão e debate a partir dos múltiplos olhares e experiências acerca da efetividade e qualidade das ações para mitigar, reparar e compensar os danos ambientais, sociais e culturais, tendo como pano de fundo os impactos sociais e ambientais dos empreendimentos. 

A questão ambiental é relevante e essencial para os três setores sociais e para a academia e tem ganhado grandes proporções no país. Após as fases de aprovação e autorizações legais para o início das instalações e operações, as empresas precisam executar projetos de mitigação, reparação e compensação – dirigidos ao território e às comunidades diretamente afetadas. 

Qual tem sido a resposta dada à sociedade a respeito da qualidade e efetividade das ações de mitigação, reparação e compensação socioambientais? Como podemos realizar monitoramento e avaliação desses projetos de mitigação, reparação e compensação de forma efetiva? O que tem sido feito e como? Como os resultados desse M&A devem ser comunicados à sociedade e aos públicos afetados pelos impactos? O que mais pode ser feito para que os efeitos dos projetos sejam mensurados, avaliados e retornem como propostas mais efetivas à sociedade? É isso que queremos colocar em debate buscando a participação de olhares diversos. 

A mesa redonda será uma atividade aberta a todos os públicos interessados, contemplando tanto o público relacionado com o tema de M&A (gestores públicos, privados, avaliadores e pesquisadores, alunos e demandantes), quanto o público em geral com interesse em se inteirar das atividades realizadas no contexto dos programas de mitigação, reparação e compensação de impactos ambientais e da comunicação de resultados dos mesmos. 

Geotecnologia e análise ambiental territorial
Zuleika Stela Chiacchio Torquetti
Superintendente de Gestão Ambiental da Secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD/MG 

 

A integração do M&A para gestão das águas
Marília Carvalho de Melo
Diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM/MG 

 

A atuação do Legislativo Mineiro no M&A
Júlio Cadaval Bedê
Gerente-Geral de Consultoria Temática daAssembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais - ALMG 


Qualidade das práticas de M&A e envolvimento comunitário
Andrée Marie Louise de Ridder Vieira
Consultora Herkenhoff & Prates 


Mais informações sobre os palestrantes:


Zuleika Stela Chiacchio Torquetti  

Superintendente de Gestão Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD/MG, responsável, dentre outras atividades, pela articulação das ações institucionais para acompanhamento das ações de recuperação do rio Doce. Ex-Presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente – FEAM/MG. Representante da SEMAD no Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM/MG, no Conselho Estadual de Desenvolvimento Regional e Política Urbana – CONEDRU/MG e no Comitê Interfederativo – CIF. Integrou o Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA entre 2008 e 2017, e o Conselho Deliberativo da Região Metropolitana de Belo Horizonte, entre 2013 e 2014. Graduada em Engenharia Química, Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Foi Professora Assistente do Departamento de Engenharia Química da UFMG e do Instituto de Educação Continuada da PUC Minas. 

 

Marília Carvalho de Melo 

Diretora Geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas - . Foi Secretária de Estado Adjunta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Subsecretária de Fiscalização Ambiental da SEMAD, Diretora de Monitoramento e Fiscalização Ambiental do IGAM e Presidente da Câmara Técnica de Integração de Procedimentos de Outorga e Ações Reguladoras do Conselho Nacional de Recursos Hídricos. Doutora em Engenharia Civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento pela UFRJ. Mestre em Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos e Engenheira Civil com ênfase em Saneamento pela Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-Graduada em Gestão com ênfase em Negócios pela Fundação Dom Cabral e Docente de cursos de curta duração, pós-graduação e graduação. 

 

Júlio Cadaval Bedê  

Atua desde 2002 na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais onde atualmente é Gerente-Geral de Consultoria Temática e já trabalhou como Consultor Legislativo na Área de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Graduado em Engenharia Florestal pela UFV, pós-graduação em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral. Atuou nas empresas Cimetal Florestas, Siderúrgica JL Aliperti, Pains Florestal/Gerdau, Lassist (onde trabalhou com o Software Pecus de gestão de rebanho bovino) e Fundação Lucas Machado – Feluma. 

 

Andree Marie Louise de Ridder Vieira 

Consultora Herkenhoff & Prates em M&A e Educação Ambiental, Bióloga e Mestranda em ciências da comunicação na linha de Educação Ambiental na Universidade Fernando Pessoa – Porto, Portugal. Fundadora e diretora do Instituto SuperEco, tem 30 anos de experiência em educação ambiental, atuando em consultoria de planejamento estratégico, criação, coordenação, gestão, implementação, monitoramento e avaliação de projetos, intervenções socioambientais nos âmbitos público, privado e organização não-governamental (ONG). Na área de educação, atuou em Estratégia de Sustentabilidade para Empresas e Terceiro Setor, na docência em Comunicação Ambiental e demais áreas de conhecimento integradas aos campos da Gestão Ambiental. Vencedora do Prêmio especial “Hopes for the Future for a Sustainable World”, concedido pela Academia Internacional de Ciências e  International Union of Air Pollution Prevention and Environmental Protection Associations - IUAPPA, pelo trabalho “Super Eco: comunicação & ambiente” (Israel, 1996); ganhadora da Medalha Socioambiental Chico Mendes pela sua trajetória profissional (2012) e Prêmio LIF – Água, Clima e Sociedade – 1º lugar na categoria de Preservação e Proteção dos Recursos Naturais, concedido pela Câmara de Comércio França- Brasil (2015 – COP 21) ao Projeto Tecendo as Águas – Corredor de Biodiversidade da Serra do Mar (2013-2015), de sua autoria e coordenação geral. 


Dúvidas e informações:

mkt@hpconsultores.com.br

31 2534-9224


Data – curso e mesa redonda: ADIADO, AINDA SEM DATA DEFINIDA
Curso: de 13h00 às 18h00
Mesa redonda: de 19h00 às 22h00
Serviremos delicioso lanche de 18h00 às 19h00, em um ótimo momento para networking.
Local:
Local: Centoequatro
Praça Rui Barbosa, 104 – Centro, Belo Horizonte, MG